top of page

Hospital de Canaã avança para receber Selo Amigo da Criança

O Hospital Municipal Daniel Gonçalves avança para receber o Selo Amigo da Criança. Cerca de 90 servidores de todas as áreas da unidade participam, durante essa semana, de um curso para qualificação da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC). O curso foi iniciado nesta terça-feira (31), e segue até esta quinta-feira (2).

A formação é uma das etapas para que o hospital de Canaã tenha a certificação, do Selo Unicef, que reconhece os locais que adotam boas práticas em relação à saúde da mulher gestante, criança e adolescentes.


“O objetivo é melhorar a qualidade dos atendimentos, garantir que a gestante esteja bem no momento do parto, com condições de saúde, e seja informada sobre todos os processos para o parto, tudo o que ela tem direito”, destacou a fonoaudióloga Dayse Mayane da Silva Araújo, que é presidente do Comitê e Comissão de Aleitamemto Materno e responsável pelo cadastro na Iniciativa Hospital Amigo da Criança.

“Consequentemente, com isso, conseguimos garantir o aleitamento materno precoce. Há muitos estudos que apontam que, quanto mais cedo esse aleitamento for iniciado, maiores as chances dele ser continuado, garantindo a saúde do bebê”, completou. Segundo Dayse, para o sucesso da ação é fundamental também o treinamento da equipe não clínica, desde servidores administrativos até de serviços gerais, para que todos estejam cientes dos processos e eles tenham eficácia.


Sobre o IHAC

A Iniciativa Hospital Amigo da Criança – IHAC é um selo de qualidade conferido pelo Ministério da Saúde aos hospitais que cumprem os 10 passos para o sucesso do aleitamento materno, instituídos pelo Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS).


Para ser amigo da criança, o hospital deve também respeitar outros critérios, como o cuidado respeitoso e humanizado à mulher durante o pré-parto, parto e o pós-parto, garantir livre acesso à mãe e ao pai e permanência deles junto ao recém-nascido internado, durante 24 horas, e cumprir a Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças na Primeira Infância (NBCAL).


Bebês que nascem em Hospital Amigo da Criança têm menos chance de sofrer intervenções desnecessárias logo após o parto, como aspiração das vias aéreas, uso de oxigênio inalatório e uso de incubadora. O contato pele a pele com a mãe logo após o nascimento, a amamentação na primeira hora de vida, ainda na sala de parto, e o alojamento conjunto também ocorre com mais frequência em Hospitais Amigos da Criança do que em maternidades que não têm o título.


Entre os principais objetivos da IHAC estão diminuir a morbimotalidade infantil por meio do estímulo à prática da amamentação; mobilizar e capacitar profissionais de saúde para mudarem rotinas e condutas; implementar os Dez Passos Para o Sucesso do Aleitamento Materno e promover o Cuidado Amigo da Mulher.


346 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page