top of page

Casa da Cultura de Canaã dos Carajás celebra o Mês da Consciência Negra, com programação Especial.

Em novembro, para celebrar o Mês da Consciência Negra, a Casa da Cultura de Canaã dos Carajás terá uma programação em reconhecimento à contribuição da cultura afro na formação da identidade brasileira.

A primeira atividade será a oficina de capoeira, que acontecerá nesta semana, de 7 a 10 de novembro. Serão abertas duas turmas, sendo uma na Casa da Cultura, das 14h às 17h, e a outra na Escola de Capoeira Dandara Bambula, das 18h às 21h.

Quem participar da oficina contará com aulas teóricas e práticas envolvendo os cantos e instrumentos utilizados na roda de capoeira. Três professores estarão à frente da atividade: Montanha, do grupo Aidê Brasil, Camaleão, do grupo Dandara Bambula, e Smof, do grupo Zumbi.

Resistência feminina


A segunda programação alusiva ao Mês da Consciência Negra será a palestra “Brechas & Artesanias: dinâmicas de resistência de mulheres negras artistas”. A atividade ocorrerá no dia 29/11, das 19h às 21h, no auditório da Casa da Cultura de Canaã dos Carajás, sendo conduzida por Raíssa Ladislau, mestra em Dinâmicas Territoriais e Sociedade na Amazônia pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará.


Durante a palestra serão abordados os processos de resistência de três artistas negras que moram na cidade de Marabá: Vanda Melo, Maria das Graças Zonta e Maria Elena Borges.


“Elas estão inseridas no contexto dos movimentos sociais desde a trajetória familiar até as suas práticas na atualidade, trazendo à tona o debate sobre racismo, a questão de gênero, a desigualdade social, a fome e o processo de escravização das populações negras, a partir de linguagens artísticas, como o teatro, a dança e a produção de instrumento e de máscara africana”, adianta Raíssa.


Para se inscrever tanto na oficina de capoeira quanto na palestra, basta ligar ou enviar mensagem para o número (94) 99220-3451.


Sobre a Casa da Cultura de Canaã dos Carajás


O espaço cultural foi criado e é mantido pela Vale e, agora, integra o Instituto Cultural Vale. A Casa da Cultura desempenha papel de guarda e registro do acervo histórico do município, e de difusor cultural na região. Nesse sentido, promove exposições, exibições de filmes, clubes de leitura, contações de história, espetáculos de música, dança, circo e teatro, além de manter uma escola de música e dança, onde crianças e jovens têm a oportunidade de participar, de forma gratuita, de aulas de ballet clássico, canto, violão, flauta doce e percussão tradicional paraense.

Sobre o Instituto Cultural Vale


O Instituto Cultural Vale parte do princípio de que viver a cultura possibilita às pessoas ampliarem sua visão de mundo e criarem novas perspectivas de futuro. Tem um importante papel na transformação social e busca democratizar o acesso, fomentar a arte, a cultura, o conhecimento e a difusão de diversas expressões artísticas do nosso país, ao mesmo tempo em que contribui para o fortalecimento da economia criativa. São mais de 300 projetos criados, apoiados ou patrocinados em 24 estados e no Distrito Federal em execução em 2022. Dentre eles, uma rede de espaços culturais próprios, patrocinados via Lei Federal de Incentivo à Cultura, com visitação gratuita, identidade e vocação únicas: Memorial Minas Gerais Vale (MG), Museu Vale (ES), Centro Cultural Vale Maranhão (MA) e Casa da Cultura de Canaã dos Carajás (PA). Onde tem Cultura, a Vale está. Visite o site do Instituto Cultural Vale: institutoculturalvale.org.



739 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page